28/03/2007

estou chegando na casa dos 40 sem paciência para dividir espaço, combinar horários, elaborar malabarismos diários para desviar do tédio e administrar crises de estereótipos inspirados em seriados como Sexy and the City e Desperate Housewives. na cabeceira, sai Balzac, entra Prozac.

3 comentários:

Silvia Chueire disse...

A salvação é perceber que pode não ser assim? Por incrível que pareça, pode. : )

Um abraço,
Silvia

Rogerio B. disse...

silvia
levei quase meia hora pra descobrir sobre o que estamos falando. você foi clara, não se preocupe, eu é que sou completamente lesado e quase sempre esqueço o que falei ontem. então, agora que lembrei qual é o assunto... desde que eu não seja uma das partes envolvidas, também acredito em relações harmoniosas. risos
e beijos

Ane disse...

caraca...
preferia que saísse prozac e voltasse balzac.