29/03/2007

algumas palavras parecem envelhecer e cair numa espécie de limbo anacrônico — não me pergunte o que é isso, acabei de inventar ou li em algum lugar. mas limbo e anacrônico são dois bons exemplos. estereótipo, manifesto, retórica e revolução, também mereciam a aposentadoria. algumas palavras parecem ficar cansadas. exclusão, inclusão, globalização, virtual, digital, solidariedade, transcendental, já encheram o saco. toda vez que escuto, me dá um treco e quase paro de respirar. enfim, my computer, chega de castigar o tempo com digressões piradas embaladas por Radiohead. criaturinhas verdes ao redor começam a gesticular e promover uma série de barulhinhos esquisitos com os dentes, nervosas com a proximidade do fim de prazo para entrega de mais um trabalho.

2 comentários:

Ane disse...

céus! as criaturinhas verdes estão por aqui também... junto com Baudelaire igualmente nervoso.
hehehe! beijo!

Rogerio B. disse...

Ane,
sempre achei que enxergar criaturinhas verdes era exclusividade de quem lê Baudelaire. olha aí, eu que só leio revista Recreio também ando vendo coisas desse tipo! que saco, vou ter que rever meus conceitos mais uma vez. já é a terceira vez que faço isso hoje e nem saí da cama ainda.
beijos