01/03/2007

mas o governador do Rio, héin! teve uma idéia genial: legalizar o comércio e consumo de drogas. finalmente as "atoridadi" encontraram um antídoto contra a violência e o tráfico. logicamente, a venda de maconha, cocaína, crack, cogumelos, inalantes químicos e afins não será permitida para menores de 18 anos — todo mundo sabe como a fiscalização tem funcionado muito bem no caso das bebidas alcoólicas e cigarros, e nenhum jovem jamais foi visto embriagado ou fumando. depois devemos legalizar também o comércio e consumo de CDs, DVDs, softwares, componentes eletrônicos e de informática, acabando de uma vez por todas com o contrabando, a pirataria e a ilegalidade desses produtos — que audácia venderem coisas sem o selo do INMETRO pelas calçadas do centro da cidade. e, tipo, até, o governo poderia realizar um referendo com aquelas perguntas legais: o comércio de drogas deve ser proibido? aí todo mundo vai poder responder que não achando que está respondendo que sim ou talvez ou sei lá! tudo muito perfeito e sob controle. não sei como ninguém pensou nisso antes.

3 comentários:

Ane disse...

Eu quero votar. Digo Não, seja lá para o que for.

Mas...
PQP! Eu não li jornais hoje, leio aqui porque as informações me parecem mais "sérias, honestas e totalmente descomprometidas". É sério que o Serjão Junior anda com essas idéias? Uia!

Beijo.

Rogerio B. disse...

Ane,
o Junior falou sim, em rede nacional, excitado com a descoberta repentina de sua capacidade de articular sons e gestos simultaneamente sem perder o equilíbrio e cair estatelado no chão, meio que cuspindo nos microfones e tendo uns tiques esquisitos, como se tivesse acabado de receber uma nota 10 no quesito fantasias e adereços. mas o que me deixa tranquilo é saber que estamos bem representados. tipo, é isso aí mesmo, esses caras não estão lá por acaso. não temos nada melhor pra colocar no lugar.
beijo!

Ane disse...

hahahaha!!!
O "Junior"???

Tá bom. Concordo. Estamos bem representados.