26/04/2007

economistas não merecem minha atenção pela própria natureza do curso que escolheram para suas vidas. alguém que decide conviver com números e estatísticas está muito distante da minha compreensão — ou muito mais distante ainda dos meus melhores momentos de embriaguez que é justamente quando me transformo num cara bastante simpático e tolerante. até os cachorros, que na verdade são espíritos sem luz que reencarnaram para cumprir uma espécie de castigo pelos atos praticados em vidas passadas, merecem maior consideração que os economistas e os chineses. lembrei dos chineses, sem mais nem menos, por dois motivos: 1) os economistas defendem o desenvolvimento da China como um exemplo que o resto do mundo deve seguir e 2) os cachorros fazem parte da culinária chinesa assim como a barbatana de tubarão, o pênis de tigre, gato, cobra, escorpião, gafanhoto, grilo e toda espécie bizarra de inseto que você possa imaginar — uma delícia, dizem aquelas pessoas mais liberais e com um paladar tão experimentalista quando duvidoso. hmn... da próxima vez que pedir China In Box vou dar uma geral pra ver o que andam colocando dentro daquela caixinha. então, é por esse tipo de coisa que os economistas, assim como os chineses e os cachorros, estão muito além de qualquer forma de insulto que conheço. os chineses não respeitam nada. o Tibete é um exemplo quase morto-vivo das barbáries que eles são capazes de promover para ostentar aqueles números de crescimento. o que os economistas não sabem é que grande parte dos cachorros que vagam pelo mundo são reencarnações de almas penadas chinesas — ou você pensava que outra explicação era possível para a quantidade absurda de cachorros e chineses que existem por aí? bem capaz! hmn... também acho que os poodles são publicitários e jornalistas reencarnados, mas essa já é outra história.

2 comentários:

Silvia Chueire disse...

Cá estou eu cheia de dúvidas. Chineses, é? Pois, olhei ali pro meu cão que é filósofo e chinês - na verdade chino american ( existe isso?) já que é um sharpei de ascendência imediata americana - com certo desalento. Mas ele me garante que é a reencarnação de um alto executivo de Wall Street.Tá pagando suas penas todas, disse-me o seu olhar melancólico.

Rogerio B. disse...

Silvia,
sempre pensei que os executivos de Wall Street reencarnavam como Chiuauas histéricos. se bem que aquelas "dobras" todas de um Shar-pei, combinado com aquele olhar de "já vi tudo isso antes", faz a gente pensar no que esses caras andaram aprontando em outras vidas.
beijos