28/05/2007

cara, ando pensando seriamente em participar de alguma atividade humanitária e acredito que o primeiro passo é identificar um grupo ou minoria que necessite da minha intervenção solidária. lendo o jornal de domingo encontrei desajustados sociais que precisam urgentemente de ajuda: os intelectuais! percebi que os intelectuais são criaturas amargas e excluídas dos pequenos momentos de felicidade. é só observar: quando os intelectuais querem demonstrar desprezo por filmes utilizam, de forma pejorativa, as expressões "cinema-pipoca" ou "cinema-blockbuster". podemos concluir que intelectuais não gostam de pipoca, que é sem dúvida alguma uma das coisas mais divertidas da vida, nem entram em locadoras de DVD para alugar um filme — pelo jeito, assistir um filme no calor do edredon, com a namorada, família, amigos ou até mesmo sozinho, é uma experiência pagã que os intelectuais não se permitem. intelectuais são pessoas tristes que cultivam uma espécie de auto-flagelo em busca de um vínculo direto com uma inteligência imaginária divina. para tal, viajam aos subterrâneos do dessabor em busca da purificação. gostam de sofrer com dramas repletos de sombras, diálogo-cabeça e sequências torturantes que, definitivamente, levam qualquer um para o fundo do poço. chamam isso de cult, que significa culto, adoração, veneração. ou seja, são fundamentalistas e, como todos os fundamentalistas, são perigosos e dominados pelo lado negro da força. outras expressões que os intelectuais utilizam em suas críticas como "parque temático" e "enlatados" deixam claro que eles não estão para brincadeiras ou facilidades. está decidido: vou resgatar a cidadania e dignidade dos intelectuais!

3 comentários:

margarida disse...

olha que mundo pequeno!
:)

"achei" você por acaso, navegando de blog em blog.

já fiz muitos caminhos por esse mundinho virtual - e talvez você nem se lembre de mim.

:p

sem problemas.
bom te ver [ler] de novo.

beijo

Rogerio B. disse...

Margarida,
minha falta de memória é seletiva. claro que lembro de você! muito mais que bom te ver de novo!
beijos!

Saramar disse...

rssss...
em resumo, ou eles são religiosos, cheios de idéias de purgação ou são masoquistas...
Ainda bem que você se dedicará a salvar essas pobres almas.